Posts

Tudo sobre Dieta Low Carb

Imagina fazer uma dieta livre de qualquer carboidrato. Você consegue se imaginar sem comer arroz ou macarrão? Ou alimentos derivados do trigo?  Batata mesmo, é melhor nem pensar. Assim funciona da dieta Low Carb, ela reduz o consumo de carboidrato e costuma balancear a alimentação para reduzir o apetite e mesmo assim saciar a fome.

Low Carb é uma dieta com pouco ou quase nada de carboidrato, o consumo deve ser menor que 150 gramas por dia (normalmente é de 50 a 150 gramas) . O carboidrato é substituído por alimentos ricos em proteínas e gorduras.

picadinho

Qualquer pessoa pode fazer essa dieta?

Sim, qualquer pessoa pode fazer. Esse tipo de protocolo pode ser utilizada praticamente em quase todas as doenças degenerativas.

Tem contraindicações?

Como é uma Dieta restrita, pode prejudicar a capacidade do indivíduo de praticar atividade física, por reduzir os estoques de glicogênio muscular e aumentar a fadiga durante o exercício, reduzindo o rendimento.

Os benefícios são:

Reduz o apetite;
Aumento da saciedade;
Aumenta os níveis de colesterol bom (HDL);
Controla os níveis de açúcar no sangue;
Previne a diabetes;
Reduz a pressão arterial;
Previne contra doenças cardíacas;
Eficaz nas doenças metabólicas;
Reduz os níveis de triglicerídeos no sangue.

PRATOS_DNA-5-6

Quais alimentos geralmente indicados para quem faz esse tipo de dieta?

Alimentos ricos em proteínas e gorduras são essenciais. No cardápio da Dna Natural você encontra essa dieta equilibrada pois nosso cardápio é pensado na sua saúde e elaborado por nutricionistas. Alimentos geralmente usados nessa dieta:

  • Carne bovina, porco, frango, peixe e frutos do mar;
  • Ovos;
  • Verduras e legumes;
  • Folhas verdes;
  • Abacate, coco, morango, kiwi, limão;
  • Outras frutas em pouca quantidade;
  • Sementes como chia e linhaça;
  • Oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas, amendoim);
  • Queijos
  • Gorduras e óleos como azeite de oliva, banha, óleo de coco, creme de leite, manteiga;
  • Batata, cenoura e beterraba em pouca quantidade;
  • Chocolate amargo;
  • Adoçantes naturais (xilitol, eritritol, stevia).
  • Suco detox, desde que sem adição de açúcar.

Atenção, é muito importante procurar orientação nutricional com um nutricionista antes de iniciar qualquer dieta, somente esse profissional pode diagnosticar e acompanhar o estado nutricional do seu corpo, prescrever dietas e suplementos dietéticos para indivíduos sadios e enfermos.

salmao

Importância das verduras numa refeição

Mesmo que esteja em cima da mesa no almoço, a grande maioria ainda se recusa a incluir qualquer tipo de verdura na rotina alimentar. Principalmente quando vão em restaurantes, onde a sessão de salada é aquela que está sempre saciada, sem nenhuma folha fora do lugar. Porém, mudar esse tipo de pensamento é ideal para ter uma vida mais leve e produtiva.

Salada_CaesesMignon (1)

As verduras são ricas em fibras, ajudam emagrecer, dão saciedade, tem custo baixo e não devem faltar nas refeições, já que são ricas em nutrientes além dos benefícios à saúde. Podemos citar exemplos como:

  • Alface: rica em minerais como potássio, fósforo, cálcio, sódio, magnésio e ferro. vitamina a, b1, b2, b5, c. Todas as alfaces têm ação calmante, sedativa, laxante, diurética, desintoxicante, expectorante, combate doenças renais, urinárias e palpitações do coração.
  • Acelga: é antioxidante, previne o envelhecimento precoce, diabetes, doenças do coração, fortalece o estômago, intestino, combate prisão de ventre, fortalece o fígado, combate cálculos renais e biliares, dermatoses, vômitos, úlceras, fortalece os ossos. Rica em nutrientes como: vitaminas a, b1, b2 b5, c e k e minerais como potássio, cálcio, fósforo, sódio e ferro.
  • Agrião: fonte de ferro e vitamina c, o agrião age nas doenças do fígado, renais, da pele, expectorante, tonifica o estômago, depurativo do sangue, combate anemia e gripes.
  • Couve: ótimo detox, a couve ajuda limpar o fígado, é expectorante, fortalece os cabelos, combate o alcoolismo, bócio, doenças do fígado e vermes. Rica em nutrientes, a couve tem vitaminas a, b1, b2, b5, c. Minerais como o cálcio, enxofre, fósforo, sódio, cloro, magnésio e ferro.
  • Rúcula: rica em vitamina a, c, k, ferro, potássio, manganês, cálcio, enxofre. A rúcula é digestiva, rica em fibras melhorando o intestino.
Todas as verduras são saudáveis, recomendadas em dietas saudáveis e equilibradas. A dica é variar os tipos no preparo das refeições para obter variedades de nutrientes das verduras.

As verduras em geral apresentam baixo teor de carboidratos, com cerca de 5%, não é interessante restringir outros grupos alimentares, faltará nutrientes de importância para nosso organismo. Além disso, mudar drasticamente uma rotina alimentar pode ter consequências, exemplo disto é a redução da imunidade. A baixa imunidade pode facilitar o aparecimento de várias doenças.

criesua_saladafrango-2.jpg

O paladar se adapta ao gosto das verduras com o passar da dieta?

Sim! É possível e com muita determinação, porém, temos que romper com paradigmas; para quem não aprecia o sabor das verduras, mas deseja se alimentar melhor, isso pode ser um pouco angustiante.

A Dna Natural tem um sistema muito legal que faz com que você monte a própria salada e escolha quais vegetais e verduras deseja ter no seu prato. Venha nos conhecer e saber mais sobre as nossas refeições.

Salmão: Alguns fatos que você precisa saber

São ricos em nutrientes que previnem doenças como o mau colesterol, doenças neuro-degenerativas, depressão, entre muitos outros.

O salmão é um dos peixes mais pedidos do nosso cardápio. É de água doce, mas migra para o mar assim que se desenvolve, voltando apenas para desovar. Sua coloração alaranjada se dá devido ao seu ciclo alimentar de algas e seres unicelulares, super pigmentados, como o camarão.

Recentemente estudos realizados pela Associação Americana do Coração, relatam que o consumo do Salmão pode reduzir em até 80% o risco de um ataque cardíaco. Tornando-se um grande aliado para hipertensos. São ricos em nutrientes que previnem doenças como o mau colesterol, doenças neuro-degenerativas, depressão, entre muitos outros.

Outros benefícios do Salmão

027

Um dos principais benefícios desse peixe para saúde é, sem dúvidas, seu alto teor de ômega 3, que auxilia para o bom funcionamento do cérebro e consequentemente da memória. Outros alimentos que possuem esse alto teor de ômega 3 são as sementes, como linhaça e chia, ambos presentes em nosso cardápio. Então, se você for vegetariano ou vegano, já sabe onde procurar esses nutrientes. O ômega 3 também é responsável por ajudar no combate da osteoporose, pois ele aumenta a absorção do cálcio no corpo, fortalecendo os ossos.

– Protege a saúde do cérebro e coração

– Pode ajudar no emagrecimento

– Fonte de proteínas

– Combate inflamações

– Ótima fonte de vitaminas do Complexo B e selênio

– Rico em ácidos graxos ômega 3

– Rico em vitamina D

Quando e como comer Salmão?

Para os amantes de carne vermelha, é possível adaptar o salmão a sua rotina, acostumando o seu paladar com as mudanças. Na Dna Natural temos um cardápio seletivo para quem deseja adaptar o salmão na rotina. E também para aqueles que não dispensam por ser uma iguaria muito saborosa.

O salmão é um peixe muito rico do ponto de vista nutricional. Ao comprar o salmão fresco fique de olho, optar sempre pelo salmão de cor mais intensa. A recomendação para o consumo de peixe é de duas vezes na semana. Todos os peixes da DNA Natural garantem selo  de qualidade.

EXEC POLPETONE DE SALMÃO COM CREAM CHEESE

A nossa opção de sanduíches de salmão em lascas, servidos com queijo, cenoura ralada, milho verde e tomate são uma ótima opção para quem deseja ir aos poucos com o peixe. Já para quem deseja experimentar em um prato principal temos a opção do executivo do bem com salmão grelhado e o salmão em lascas como acompanhamento nas saladas, que também fica uma delícia. Curtiu nossa matéria? Fique ligado para mais dicas aqui no blog.

Acesse nosso site e se  informe da loja mais próxima de você. #meudnaénatural #dnadanutri #comerbemfazbem

Nutricionista,
Daiane F. Marcos