Posts

O que você precisa saber para começar uma dieta vegana

A dieta vegana exclui qualquer alimentos de origem animal, como carne, peixe, leite, queijo, ovos e mel. É uma dieta rica em fibras, grãos, frutas e legumes, esse tipo de dieta traz vantagens como diminuição o risco de doenças cardiovasculares, câncer e regula e ajuda no controle do peso e do trânsito intestinal. Porém, como qualquer dieta, quando a alimentação é muito restrita na variedade de alimentos, isso pode trazer pontos negativos como aumento do risco de problemas como anemia, osteoporose e prisão de ventre.

Importante os adeptos dessa dieta se submetam a exames de sangue regularmente para determinar se há carência de algum nutriente em especial.

Quais nutrientes e alimentos devo consumir?

No momento em que um grupo de alimentos é excluídos da rotina alimentar, como por exemplo, os alimentos de origem animal, consequentemente haverá carência de vitaminas e minerais que dificilmente são encontradas em verduras.

Vitamina B-12: É responsável pelo desenvolvimento de glóbulos vermelhos saudáveis e pode ajudar a prevenir a anemia. Ela só é encontrada em produtos de origem animal – e em alguns poucos tipos de algas.

Proteína: As proteínas ajudam a construir e manter os músculos, os órgãos, a pele e os ossos. Por isso, é essencial ingerir além de verduras e legumes, determinados produtos como frutas secas, sementes, produtos à base de soja, legumes, lentilhas e grãos, de forma a obter suficiente proteína.

Ômega-3: Outros nutrientes importantes e difíceis de suprir na dieta vegana é ômega 3, ferro e cálcio. Ômega-3 previne contra doenças cardiovasculares, sem ovos ou peixes na dieta, a recomendação é buscar produtos enriquecidos com ácidos graxos ômega-3 como linhaça e chia.

Ferro: O ferro é encontrado facilmente a partir de produtos de origem animal do que vegetal. Os veganos deve comer grandes porções de folhas verdes escuras, cereais integrais, feijão ou ervilha, lentilha, cereais enriquecidos e frutas secas para suprir a necessidade. Para aumentar a absorção de ferro, recomenda-se também comer alimentos ricos em vitamina C, como repolho, tomate, brócolis, morangos e limões.

Cálcio: O cálcio é importante para manter a saúde óssea, dessa forma os adeptos da dieta vegana podem usar substitutos como o leite de soja, amêndoas ou suco de frutas, cereais ou mesmo tofu com adição de cálcio. Folhas verde-escuras, como brócolis e couve, também contêm cálcio, mas sozinhas não são suficientes para suprir a necessidade de cálcio do organismo.

Vale lembrar que na DNA Natural temos a opção “Monte sua Salada” onde você pode consumir todos os nutrientes necessários para manter sua energia em dia. Além, é claro, dos melhores sucos naturais para deixar você refrescado.

suco.jpg

Como aumentar a massa muscular

Cada vez mais é cobrado da sociedade que você tenha um corpo ideal, esteja dentro dos padrões impostos. Mas o que muita gente não sabe é que padrão nem sempre é questão de saúde. Para manter a massa muscular a mínima possível não é fácil e às vezes dietas loucas são feitas, o mesmo acontece para quem deseja ganhar massa muscular, por isso esclarecer qualquer dúvida relacionado a isso é essencial. Vale ressaltar que nenhuma dieta louca é necessária e que caso você queira fazer uma dieta uma visita a nutricionista é muito bem vinda.

O que é a proteína?

A proteína é um polímero composto por diversas partículas menores, os aminoácidos, os quais, quebrados, são reorganizados e direcionados para compor vários elementos do nosso organismo. Dessa forma, uma alimentação rica em proteínas é essencial para a construção de massa magra, já que o componente primário de um músculo é, justamente, o aminoácido.

Além disso, diversos outros nutrientes, como vitaminas (por exemplo, as lipossolúveis do grupo B), gorduras e creatina são uma boa pedida. Nesse sentido, a importância de uma dieta equilibrada, composta por micro e macro nutrientes, essenciais para o bom funcionamento do corpo humano, deve ser considerada: de nada adianta a ingestão de alimentos específicos se for feita de forma equivocada.

Quais os benefícios de ganhar  massa muscular?

O ganho de massa muscular em relação a outra forma de ganho de peso impulsiona a liberação de neurotransmissores, responsáveis pela sensação de felicidade no indivíduo. Ou seja, do mesmo modo que proporciona satisfação, o ganho de massa muscular promove um desenvolvimento equilibrado, tento estético quanto eficiente, do corpo. Também faz-se necessária, além da alimentação equilibrada, a prática de exercícios físicos, que desenvolverão os músculos.

DNANatural_DEZ16_EdAndradeJunior-120_MeuExecutivoFrango

Então, uma dieta rica em proteínas, vitaminas e outros nutrientes, além da prática de atividades físicas e da boa passagem do sono são fundamentais para o ganho de massa. Na Dna Natural você encontra almoços, sucos, saladas, ricos nesses nutrientes e vitaminas específicos. Venha conferir.

Como manter a dieta na ceia de natal

Vale levar como meta pra 2019 novos hábitos alimentares em prol da sua saúde!!

Estamos na época considerada por muitos como a melhor do ano, confraternizações de fim de ano, Natal, Ano novo.. Mas não necessariamente precisamos jogar tudo pro alto e “enfiar o pé na jaca” né?  Se você teve objetivos saudáveis ou projetos fitness a ser alcançados durante este ano e não conseguiu, não se desespere ou fique triste. É possível continuar atrás dos seus objetivos mesmo com tantas comemorações cheias de tentações gastronômicas.

christmas-581754_1920

Como fazer para se controlar e não sair da dieta?

Tudo é questão de equilíbrio, se você mantem uma dieta equilibrada (com muita variedade!) e pratica exercícios físicos regularmente, não são 3 ou mais noites de comilança que irão fazer você engordar consideravelmente, já que pelo seu estilo equilibrado, é possível correr atrás do prejuízo sem tanto esforço. Agora, se você não se encaixa no estilo equilibrado, não se alimenta corretamente e não pratica exercícios físicos regularmente, com certeza é mais difícil correr atrás do “prejuízo”.

Resistindo as tentações…

Resistir das tentações não é tarefa fácil, é importante manter-se sempre hidratado (a). Aproveite os bons momentos do fim de ano com moderação nada é considerado exagero. Se você esta em busca de objetivos mais concretos (muitos atletas por exemplo, possuem dietas com muitas restrições), ou possui restrições alimentares, não há problema algum em levar sua marmita ao encontro natalino. Quer manter a dieta na noite de Natal? Coma muita salada com porções de proteína (exemplo: peru), e uma pequena porção de carboidrato da ceia.  O importante é participar das comemorações.

merry-christmas-2494184_1920

Tudo sobre Dieta Low Carb

Imagina fazer uma dieta livre de qualquer carboidrato. Você consegue se imaginar sem comer arroz ou macarrão? Ou alimentos derivados do trigo?  Batata mesmo, é melhor nem pensar. Assim funciona da dieta Low Carb, ela reduz o consumo de carboidrato e costuma balancear a alimentação para reduzir o apetite e mesmo assim saciar a fome.

Low Carb é uma dieta com pouco ou quase nada de carboidrato, o consumo deve ser menor que 150 gramas por dia (normalmente é de 50 a 150 gramas) . O carboidrato é substituído por alimentos ricos em proteínas e gorduras.

picadinho

Qualquer pessoa pode fazer essa dieta?

Sim, qualquer pessoa pode fazer. Esse tipo de protocolo pode ser utilizada praticamente em quase todas as doenças degenerativas.

Tem contraindicações?

Como é uma Dieta restrita, pode prejudicar a capacidade do indivíduo de praticar atividade física, por reduzir os estoques de glicogênio muscular e aumentar a fadiga durante o exercício, reduzindo o rendimento.

Os benefícios são:

Reduz o apetite;
Aumento da saciedade;
Aumenta os níveis de colesterol bom (HDL);
Controla os níveis de açúcar no sangue;
Previne a diabetes;
Reduz a pressão arterial;
Previne contra doenças cardíacas;
Eficaz nas doenças metabólicas;
Reduz os níveis de triglicerídeos no sangue.

PRATOS_DNA-5-6

Quais alimentos geralmente indicados para quem faz esse tipo de dieta?

Alimentos ricos em proteínas e gorduras são essenciais. No cardápio da Dna Natural você encontra essa dieta equilibrada pois nosso cardápio é pensado na sua saúde e elaborado por nutricionistas. Alimentos geralmente usados nessa dieta:

  • Carne bovina, porco, frango, peixe e frutos do mar;
  • Ovos;
  • Verduras e legumes;
  • Folhas verdes;
  • Abacate, coco, morango, kiwi, limão;
  • Outras frutas em pouca quantidade;
  • Sementes como chia e linhaça;
  • Oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas, amendoim);
  • Queijos
  • Gorduras e óleos como azeite de oliva, banha, óleo de coco, creme de leite, manteiga;
  • Batata, cenoura e beterraba em pouca quantidade;
  • Chocolate amargo;
  • Adoçantes naturais (xilitol, eritritol, stevia).
  • Suco detox, desde que sem adição de açúcar.

Atenção, é muito importante procurar orientação nutricional com um nutricionista antes de iniciar qualquer dieta, somente esse profissional pode diagnosticar e acompanhar o estado nutricional do seu corpo, prescrever dietas e suplementos dietéticos para indivíduos sadios e enfermos.

salmao

Importância das verduras numa refeição

Mesmo que esteja em cima da mesa no almoço, a grande maioria ainda se recusa a incluir qualquer tipo de verdura na rotina alimentar. Principalmente quando vão em restaurantes, onde a sessão de salada é aquela que está sempre saciada, sem nenhuma folha fora do lugar. Porém, mudar esse tipo de pensamento é ideal para ter uma vida mais leve e produtiva.

Salada_CaesesMignon (1)

As verduras são ricas em fibras, ajudam emagrecer, dão saciedade, tem custo baixo e não devem faltar nas refeições, já que são ricas em nutrientes além dos benefícios à saúde. Podemos citar exemplos como:

  • Alface: rica em minerais como potássio, fósforo, cálcio, sódio, magnésio e ferro. vitamina a, b1, b2, b5, c. Todas as alfaces têm ação calmante, sedativa, laxante, diurética, desintoxicante, expectorante, combate doenças renais, urinárias e palpitações do coração.
  • Acelga: é antioxidante, previne o envelhecimento precoce, diabetes, doenças do coração, fortalece o estômago, intestino, combate prisão de ventre, fortalece o fígado, combate cálculos renais e biliares, dermatoses, vômitos, úlceras, fortalece os ossos. Rica em nutrientes como: vitaminas a, b1, b2 b5, c e k e minerais como potássio, cálcio, fósforo, sódio e ferro.
  • Agrião: fonte de ferro e vitamina c, o agrião age nas doenças do fígado, renais, da pele, expectorante, tonifica o estômago, depurativo do sangue, combate anemia e gripes.
  • Couve: ótimo detox, a couve ajuda limpar o fígado, é expectorante, fortalece os cabelos, combate o alcoolismo, bócio, doenças do fígado e vermes. Rica em nutrientes, a couve tem vitaminas a, b1, b2, b5, c. Minerais como o cálcio, enxofre, fósforo, sódio, cloro, magnésio e ferro.
  • Rúcula: rica em vitamina a, c, k, ferro, potássio, manganês, cálcio, enxofre. A rúcula é digestiva, rica em fibras melhorando o intestino.
Todas as verduras são saudáveis, recomendadas em dietas saudáveis e equilibradas. A dica é variar os tipos no preparo das refeições para obter variedades de nutrientes das verduras.

As verduras em geral apresentam baixo teor de carboidratos, com cerca de 5%, não é interessante restringir outros grupos alimentares, faltará nutrientes de importância para nosso organismo. Além disso, mudar drasticamente uma rotina alimentar pode ter consequências, exemplo disto é a redução da imunidade. A baixa imunidade pode facilitar o aparecimento de várias doenças.

criesua_saladafrango-2.jpg

O paladar se adapta ao gosto das verduras com o passar da dieta?

Sim! É possível e com muita determinação, porém, temos que romper com paradigmas; para quem não aprecia o sabor das verduras, mas deseja se alimentar melhor, isso pode ser um pouco angustiante.

A Dna Natural tem um sistema muito legal que faz com que você monte a própria salada e escolha quais vegetais e verduras deseja ter no seu prato. Venha nos conhecer e saber mais sobre as nossas refeições.

Alimentos Antioxidantes ajudam no bronzeamento?

Você com certeza já ouviu falar em alimento antioxidantes. Eles estãoOs alimentos antioxidantes são frutas e verduras ricos em vitaminas C, E e A, a clorofilina, os flavonoides, carotenoides. São responsáveis por trazer muitos benefícios ao corpo.

Os alimentos que têm a presença flavonoides, por exemplo, podem ajudar no combate contra menopausa, proteger contra osteoporose e muito mais.  Você pode identificar essas vitaminas pelas cores das frutas, quanto mais coloridas mais flavonoides e carotenoides presentes.

Os carotenoides são facilmente encontrados na coloração alaranjada, como o mamão e as laranjas, trazendo ainda mais vitamina e nutrientes para esses alimentos.

Pode comer sem preocupação

Não há estudos que comprovem que o excesso de alimentos antioxidantes na dieta, podem trazer malefícios ao longo prazo. É importante a questão do equilíbrio na dieta alimentar em prol da saúde.

Alimentos oxidantes podem ajudar a prolongar o bronzeamento? Mito ou verdade?

É verdade! Alimentos ricos em vitamina c ajudam a proteger contra a radiação do sol. E a pigmentação presente nos alimentos com carotenoides e flavonoides, são ricos em vitamina A e nutrientes que ajudam aumentar a melanina na pele.

  • Alguns exemplos: 
    Mamão – caroteno
    Uva – ácido elágico
    Brócolis – flavonoides
    Salsa – flavonoides
    Laranja – vitamina C
    Morango – vitamina C
    Chá – catequinas
    Vinho – quercetina
    Noz – polifenóis
    Cenoura – caroteno
    Espinafre – clorofilina
    Tomate – carotenoides
    Repolho – tanino

Então já sabe, para manter aquela corzinha maravilhosa é só correr até a Dna Natural e pedir seu executivo ou criar sua salada de acordo com seu gosto e sempre lembrando de colocar os vegetais antioxidantes. Além, é claro, de encontrar várias opções de pratos e sucos de alimentos que contêm ação antioxidante. Vale a pena conferir!

Suco Laranja