Posts

Futura mamãe, você se alimenta bem?

Nós da DNA natural podemos lhe dar algumas dicas…

A gravidez é um bom momento para criar hábitos saudáveis, pois o bebê depende da sua alimentação. Tão importante quanto a nutrição do pequeno é preparar o seu organismo para a maratona que vem pela frente: suportar as poucas horas de sono e a atividade intensa nos primeiros meses com um recém-nascido exige muita disposição mental e física.

A melhor maneira de passar por essa fase é se alimentar bem durante e após a gestação. Bom senso e atenção são suficientes para garantir uma alimentação para lá de saudável e, consequentemente, o ganho de peso dentro dos padrões.

Confira as Dicas Nutricionais de Alimentação para cada etapa da gestação:

 Primeiro trimestre: invista em ferro e ácido fólico

Nesse período, as transformações no corpo ainda não são muito perceptíveis, mas muitas alterações internas estão acontecendo.

A ingestão do ácido fólico é fundamental, uma vitamina do complexo B que previne defeitos congênitos, que afeta o cérebro e a medula espinhal

Encontramos esses nutrientes, em folhas escuras (espinafre, couve e brócolis), beterraba, aspargos, abacate, castanhas e nas frutas cítricas.

Leguminosas como feijão e grão de bico contém ferro, um nutriente que reduz os riscos de anemia. Na DNA Natural encontramos vários destes nutrientes em nossasdeliciosas saladas e sucos super nutritivos.

Segundo trimestre: o paladar fica mais apurado

É a melhor fase da gravidez. A energia aumenta. A necessidade de ferro e cálcio também aumenta. Como a comida volta a ser atraente, prefira opções ricas em fibras, como cereais, pães integrais e frutas. A banana, fonte de vitamina B6 e potássio, é uma opção nutritiva e substanciosa. Procure consumir cinco porções de frutas, variadas, diariamente. Em nosso cardápio temos por exemplo a tigela de açaí com banana, extremamente nutritivo e que ajuda a dar energia neste momento tão importante.

Outro fator importante é manter o foco na hidratação. Além de essencial para a saúde do bebê, a água ajuda a controlar os inchaços, prevenir tonturas, prisão de ventre e ondas de calor típicas do período. Temos sucos com água de coco, chá verde, couve, todos preparados na hora para você.

Terceiro trimestre: os nutrientes que garantem um parto tranquilo

Haja energia! Como o período é de muito cansaço, o ideal é focar em uma dieta nutritiva.

Alguns desconfortos podem assumir o centro das atenções nessa fase. Sentirá muito mais fome, mas logo estará satisfeita. Faça seis refeições balanceadas todos os dias.

Invista em carboidratos não refinados, como arroz integral, cereais, macarrão integral e pães integrais, pois você precisará de muita energia para gerar um bebê. Nas lojas da Dna Natural temos várias receitas feitas especialmente para você, com arroz multi grãos e granola.

Cálcio e ferro merecem atenção especial, pois o bebê começa a esgotar a reserva da mãe. Combine alimentos ricos em ferro com bebidas que contenham a vitamina C, para maximizar a absorção do mineral.

Dica primordial

O segredo da alimentação balanceada na gestação está na moderação e na variedade, então não exagere nas quantidades e busque variar o cardápio sempre que for possível.

Uma futura mamãe bem nutrida garante uma gestação saudável e um parto tranquilo, sem riscos de complicações.

Consulte regularmente um médico e faça seu pré-natal de forma correta. Para saber mais do nosso cardápio acesse nosso site ou compareça em uma de nossas lojas.

Nós da DNA Natural desejamos a todas as mães uma gestação saudável e tranquila.

Tudo sobre Dieta Low Carb

Imagina fazer uma dieta livre de qualquer carboidrato. Você consegue se imaginar sem comer arroz ou macarrão? Ou alimentos derivados do trigo?  Batata mesmo, é melhor nem pensar. Assim funciona da dieta Low Carb, ela reduz o consumo de carboidrato e costuma balancear a alimentação para reduzir o apetite e mesmo assim saciar a fome.

Low Carb é uma dieta com pouco ou quase nada de carboidrato, o consumo deve ser menor que 150 gramas por dia (normalmente é de 50 a 150 gramas) . O carboidrato é substituído por alimentos ricos em proteínas e gorduras.

picadinho

Qualquer pessoa pode fazer essa dieta?

Sim, qualquer pessoa pode fazer. Esse tipo de protocolo pode ser utilizada praticamente em quase todas as doenças degenerativas.

Tem contraindicações?

Como é uma Dieta restrita, pode prejudicar a capacidade do indivíduo de praticar atividade física, por reduzir os estoques de glicogênio muscular e aumentar a fadiga durante o exercício, reduzindo o rendimento.

Os benefícios são:

Reduz o apetite;
Aumento da saciedade;
Aumenta os níveis de colesterol bom (HDL);
Controla os níveis de açúcar no sangue;
Previne a diabetes;
Reduz a pressão arterial;
Previne contra doenças cardíacas;
Eficaz nas doenças metabólicas;
Reduz os níveis de triglicerídeos no sangue.

PRATOS_DNA-5-6

Quais alimentos geralmente indicados para quem faz esse tipo de dieta?

Alimentos ricos em proteínas e gorduras são essenciais. No cardápio da Dna Natural você encontra essa dieta equilibrada pois nosso cardápio é pensado na sua saúde e elaborado por nutricionistas. Alimentos geralmente usados nessa dieta:

  • Carne bovina, porco, frango, peixe e frutos do mar;
  • Ovos;
  • Verduras e legumes;
  • Folhas verdes;
  • Abacate, coco, morango, kiwi, limão;
  • Outras frutas em pouca quantidade;
  • Sementes como chia e linhaça;
  • Oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas, amendoim);
  • Queijos
  • Gorduras e óleos como azeite de oliva, banha, óleo de coco, creme de leite, manteiga;
  • Batata, cenoura e beterraba em pouca quantidade;
  • Chocolate amargo;
  • Adoçantes naturais (xilitol, eritritol, stevia).
  • Suco detox, desde que sem adição de açúcar.

Atenção, é muito importante procurar orientação nutricional com um nutricionista antes de iniciar qualquer dieta, somente esse profissional pode diagnosticar e acompanhar o estado nutricional do seu corpo, prescrever dietas e suplementos dietéticos para indivíduos sadios e enfermos.

salmao

Importância das verduras numa refeição

Mesmo que esteja em cima da mesa no almoço, a grande maioria ainda se recusa a incluir qualquer tipo de verdura na rotina alimentar. Principalmente quando vão em restaurantes, onde a sessão de salada é aquela que está sempre saciada, sem nenhuma folha fora do lugar. Porém, mudar esse tipo de pensamento é ideal para ter uma vida mais leve e produtiva.

Salada_CaesesMignon (1)

As verduras são ricas em fibras, ajudam emagrecer, dão saciedade, tem custo baixo e não devem faltar nas refeições, já que são ricas em nutrientes além dos benefícios à saúde. Podemos citar exemplos como:

  • Alface: rica em minerais como potássio, fósforo, cálcio, sódio, magnésio e ferro. vitamina a, b1, b2, b5, c. Todas as alfaces têm ação calmante, sedativa, laxante, diurética, desintoxicante, expectorante, combate doenças renais, urinárias e palpitações do coração.
  • Acelga: é antioxidante, previne o envelhecimento precoce, diabetes, doenças do coração, fortalece o estômago, intestino, combate prisão de ventre, fortalece o fígado, combate cálculos renais e biliares, dermatoses, vômitos, úlceras, fortalece os ossos. Rica em nutrientes como: vitaminas a, b1, b2 b5, c e k e minerais como potássio, cálcio, fósforo, sódio e ferro.
  • Agrião: fonte de ferro e vitamina c, o agrião age nas doenças do fígado, renais, da pele, expectorante, tonifica o estômago, depurativo do sangue, combate anemia e gripes.
  • Couve: ótimo detox, a couve ajuda limpar o fígado, é expectorante, fortalece os cabelos, combate o alcoolismo, bócio, doenças do fígado e vermes. Rica em nutrientes, a couve tem vitaminas a, b1, b2, b5, c. Minerais como o cálcio, enxofre, fósforo, sódio, cloro, magnésio e ferro.
  • Rúcula: rica em vitamina a, c, k, ferro, potássio, manganês, cálcio, enxofre. A rúcula é digestiva, rica em fibras melhorando o intestino.
Todas as verduras são saudáveis, recomendadas em dietas saudáveis e equilibradas. A dica é variar os tipos no preparo das refeições para obter variedades de nutrientes das verduras.

As verduras em geral apresentam baixo teor de carboidratos, com cerca de 5%, não é interessante restringir outros grupos alimentares, faltará nutrientes de importância para nosso organismo. Além disso, mudar drasticamente uma rotina alimentar pode ter consequências, exemplo disto é a redução da imunidade. A baixa imunidade pode facilitar o aparecimento de várias doenças.

criesua_saladafrango-2.jpg

O paladar se adapta ao gosto das verduras com o passar da dieta?

Sim! É possível e com muita determinação, porém, temos que romper com paradigmas; para quem não aprecia o sabor das verduras, mas deseja se alimentar melhor, isso pode ser um pouco angustiante.

A Dna Natural tem um sistema muito legal que faz com que você monte a própria salada e escolha quais vegetais e verduras deseja ter no seu prato. Venha nos conhecer e saber mais sobre as nossas refeições.

6 dicas para começar uma dieta Vegetariana ou Vegana

Para suprir as necessidades de proteína, a orientação é apostar em grãos e seus derivados, como as farinhas.

A preocupação com a alimentação está em um processo flexível, principalmente agora com a crescente aparição de digitais influencers que compartilham suas rotinas alimentares em busca de um corpo saudável. O movimento dessas pessoas que optam a deixar a carne animal de lado é tão grande que as franquias de comidas fits e saudáveis cresceu exponencialmente de um ano para cá. Mas há ressalvas e algumas informações que você precisa saber antes de adquirir a esse estilo de alimentação. alternative-906138_1920

QUAIS VITAMINAS SEU CORPO PRECISA?

Para um corpo saudável tanto de dentro quanto por fora é essencial uma alimentação equilibrada. Para isso, devemos consumir nutrientes como: Aminoácidos, Vitamina A, Vitaminas do complexo B, Vitamina C e D, Vitamina K, Cálcio , Zinco, Ferro entre outras.

Uma dúvida que vem assombrando muita gente é se veganos e vegetarianos conseguem manter uma dieta balanceada sem ajuda de suplementação. O principal equívoco de quem corta as carnes é aumentar a ingestão dos carboidratos como batata, arroz e massas.
vegan-1433237_1920Além do exagero no consumo de carboidratos, é preciso ficar atento à ingestão de proteína, ferro e vitamina B12. Para suprir as necessidades de proteína, a orientação é apostar em grãos e seus derivados, como as farinhas. O grão-de-bico, por exemplo, é um grande curinga, quinoa, amaranto, lentilha, feijão e ervilha são outras boas opções. Já o ferro pode ser obtido por meio do consumo de folhas de cor verde-escura. Rúcula, alfaces e agrião.

Uma opção que muitos esquecem ou não dão enfase são as frutas e elas também são fonte de carboidratos, vitaminas, minerais, antioxidantes e fibras, são recomendado cinco porções diárias.

2509 Face DnadaNutri

ALGUMAS DICAS PARA ABANDONAR A CARNE

Quando a prescrição da dieta é feita por um profissional e seguida corretamente, o risco de ter alguma deficiência é menor. Para os veganos a recomendação é utilizar vegetais ricos no nutriente, como o gergelim branco e o negro, que tem 10 vezes mais cálcio do que a versão clara. Algumas dicas para quem quer mudar a rotina alimentar se tornando vegano e vegetariano é:

  • Vá a um restaurante vegetariano ou vegano: é importante conhecer bem a rotina antes de querer adota-la, conheça variedades das dietas, você vai precisar de muita criatividade e imaginação, que podem ser aguçadas nesses locais.
  • Transforme-se em um especialista em alimentos: É importante conhecer bem os alimentos que vão ser introduzidos na sua rotina e sua suas porções nutricionais.
  • Menos carboidratos e mais leguminosas: Aprenda a fazer diversas receitas que utilizem as leguminosas como ingrediente base.
  • Substitua as comidas prontas e não saudáveis pela vegetariana e veganas: Substituições são sempre a melhor maneira de trocar uma rotina alimentar.
  • Coma frutas: Elas possuem vitaminas e minerais que são indispensáveis.
  • Procure um profissional: Nunca comece dietas ou adote uma rotina alimentar sem conversar com um nutricionista, isso pode prevenir alguns problemas na saúde.

CrieSua_SaladaSemGrelhado

No cardápio da Dna Natural você encontra várias opções veganas e vegetarianas, como por exemplo: wrap tomate seco e búfala, executivo burger veggie, as novidades que são: berinjela parmegiana, lasanha de brócolis e espinafre ao molho branco e a pizza de marguerita.

Texto: Daiane F. Marcos
Revisão: Roger Viana